RHBizz

Saúde mental nas empresas

Saúde mental

Equilíbrio emocional e a salvaguarda da saúde mental dos colaboradores, as empresas não podem ignorar o impacto da pandemia

Os efeitos da pandemia no equilíbrio emocional são imensos, paulatinamente vamo-nos apercebendo disso mesmo e as empresas não estão, não podem estar indiferentes e sim atuar no sentido de ajudarem as suas pessoas a recuperarem, ganharem ânimo e a sociedade avançar como um todo.

O artigo recentemente publicado na HRZONE fala precisamente sobre o impacto da pandemia na saúde mental e que resposta é esperada das empresas. Em 2021 mais do que provavelmente em qualquer outro momento os colaboradores necessitam de sentir que contam com o apoio da empresa para a qual trabalham, os danos na saúde mental não podem ser nem ignorados e muito menos escondidos.

  • O medo e ansiedade provocados pela pandemia, o isolamento, o distanciamento, deixam marcas e provocaram já o aumento no consumo de drogas, álcool e as prescrições de medicamentos que causam dependência subiram.
  • Durante a pandemia milhões de famílias viram diminuir os seus rendimentos e foram forçadas a endividar-se o que terá repercussões que poderão demorar anos a recuperar.
  • Os jovens com menos de 29 anos viram os seus níveis de ansiedade subir e sendo eles a próxima geração a ingressar no mercado de trabalho, irão precisar de um apoio adicional e incondicional. As empresas devem ter presente este impacto na relação a construir com os futuros colaboradores.

É preciso que as empresas pensem em respostas integradas, sustentadas em evidências para apoiarem os seus colaboradores. Não estamos a falar de ações isoladas para tentar resolver questões de curto prazo. É importante que os líderes tenham consciência da importância vital de serem parte na salvaguarda da saúde mental dos seus colaboradores e implementem programas concretos de ajuda. Para isso é fundamental que conheçam as opções que existem, que resultados têm sido obtidos e que oiçam os especialistas que conhecem a fundo o tema.

Esta é uma oportunidade para colocar a saúde e o bem-estar dos colaboradores como uma das prioridades efetivas das empresas, uma cultura de bem-estar que deve ser incorporada. E nos últimos meses, temos felizmente assistido a muitas empresas a assumir este papel na vida dos colaboradores, que os bons exemplos inspirem e sejam replicados.

 

 Gostou deste artigo? Subscreva a newsletter do RHBizz aqui. Siga-nos também no LinkedIn.

Formações ajustadas ao seu negócio

FORMAÇÕES À MEDIDA

Provocamos e aceleramos processos de mudança com a implementação e desenvolvimento de soluções pragmáticas orientadas para os resultados

SABER MAIS