Líderes de negócios devem pensar como cientistas

O mindset de um cientista pode beneficiar o processo de tomada de decisão dos líderes de empresas.

Quem o diz é Alice Gast, Presidente do Imperial College of London, num artigo de opinião publicado no site do Fórum Económico Mundial.

De acordo com Gast, as tecnologias e a complexidade da informação têm vindo a desafiar as abordagens tradicionais à resolução de problemas, por isso, o pensamento científico e os skills utilizados em laboratório podem ser benefícios na gestão de um negócio.

Alice Gast defende que os profissionais à frente da liderança de uma organização devem desenvolver uma “curiosidade céptica”. “Há medida que inovam, os cientistas procuram encontrar um balanço entre a curiosidade, a intuição e o cepticismo.

O seu trabalho é movido pela curiosidade e guiado pela intuição e pelo conhecimento, mas a técnica e a opinião dos pares é uma forma de evitar o optimismo cego.” Nesse sentido, procure rodear-se de especialistas. Todas as pessoas têm a capacidade de formular uma opinião, mas nem todos têm a mais correta.

A especialista diz ainda que os líderes das organizações devem manter-se confiantes ainda que enfrentem incerteza e o desconhecido. “O negócio dos cientistas é o desconhecido.

O desconhecido é uma oportunidade que devem perseguir e não evitar. Desconstrua os problemas em pequenas hipóteses e teste e construa uma equipa que saiba lidar com as incertezas”, explica.

Formações ajustadas ao seu negócio

FORMAÇÕES À MEDIDA

Provocamos e aceleramos processos de mudança com a implementação e desenvolvimento de soluções pragmáticas orientadas para os resultados

SABER MAIS