RHBizz

Engagement: como manter as equipas motivadas em alturas de crise

Por estes dias, a maioria de nós está a trabalhar a partir de casa, longe da sua equipa e da sua chefia. Esta mudança significa que as empresas devem desenvolver novas estratégias para reforçar a cultura da organização fora de portas e para garantir o engagement das suas equipas, sobretudo, numa altura em que a motivação pode estar em baixo devido à incerteza do que nos espera daqui para a frente.

No portal HR ZONE, Debra Corey, autora e consultora na área dos recursos humanos, partilha algumas estratégias para manter os colaboradores motivados e para que se sintam valorizados numa altura em paira no ar a incerteza de que seja possível manter todos os postos de trabalho nas empresas depois de tudo isto passar.

Entender a direção da empresa
Mais que nunca, os colaboradores devem entender a direção da empresa, o seu propósito e a sua missão e, sobretudo, devem acreditar que será possível atingir os objetivos se mantiverem o foco nos valores da empresa.

De acordo com a consultora, neste âmbito, a comunicação é fundamental. “Comunicar o que a empresa está a fazer é crítico nestes tempos de incerteza. Ajuda a reduzir o medo e a confusão e, ao mesmo tempo, ajuda os colaboradores a entenderem como a empresa continua empenhada na sua missão, o que ajuda a criar uma sensação de estabilidade”.

E se alguma coisa mudar, e o mais certo é que muita coisa irá mudar, comunique de uma forma aberta e honesta.

Comunicar o papel de cada colaborador no sucesso da empresa
Um colaborador motivado e comprometido com a empresa entende de forma calara de que forma o seu trabalho tem impacto no sucesso da organização. Isto é ainda mais importante numa altura em que muitas empresas estão a mudar processos e operações para responder aos desafios colocados pela pandemia de COVID-19.

Com o que está a acontecer, algumas das funções irão certamente mudar. É importante que fale disso de forma aberta e que chegue a um entendimento com cada um dos colaboradores para que entendam perfeitamente qual o seu novo papel e quais as expectativas que tem.

Além disso, é importante que não se esqueça de reconhecer as equipas. O reconhecimento ajuda a manter a motivação, sobretudo numa altura em que sentimos que nada está sob o nosso controlo.

Foco nos resultados

Um colaborador comprometido com a organização fará tudo o que for preciso para ajudar a empresa a ser bem-sucedida, nomeadamente com ideias que, nesta fase, pode ajudar a empresa a manter-se ‘à tona’.

E com a maioria das pessoas a trabalhar a partir de casa é preciso encorajar a partilha e a discussão de resultados e metas por alcançar. “Algumas das pessoas da equipa irão muito facilmente ter ideias para novas formas de trabalhar, enquanto outras podem ter dificuldade em adaptarem-se a esta nova forma de trabalho. Devemos encorajar as equipas a partilhar ideias”, conclui.

Gostou deste artigo?
Subscreva a newsletter quinzenal do blog RHBizz. Clique aqui.