RHBizz

4 estratégias para melhorar a produtividade e o engagement da sua equipa

4 estratégias para melhorar a produtividade e o engagement da sua equipa

Com as organizações a tornarem-se em locais de diversidade, tanto ao nível de funções como em termos de necessidades, desejos e motivações, a necessidade de criar estratégias que garantam o engagement das equipas e de ajustar a forma de trabalhar é cada vez maior.

O que motiva a força de trabalho atualmente é bastante diferente do que motivava as equipas há 20 anos. As empresas devem ter a capacidade de reconhecer isso e ajustar a forma como operam para promover maior diversidade e produtividade. O portal Training Industry publicou recentemente um conjunto de estratégias que pode ajudar as empresas a atingir este objetivo.

Tirar partido da tecnologia

Uma das melhores formas de melhorar a produtividade, de acordo com o portal, é oferecer aos colaboradores ferramentas que facilitem o seu trabalho. Hoje existe uma multiplicidade de ferramentas tecnológicas que permitem isso mesmo: aplicações que ajudam a gerir melhor o templo ou até que simplificam a comunicação e a colaboração entre colaboradores. E a melhor notícia é que muitas destas ferramentas são completamente gratuitas.

Ouvir

Mais do que nunca, os colaboradores querem sentir-se valorizados e ouvidos. Contudo, um estudo recentemente publicado pela Gallup, nos EUA, revelou que apenas um terço dos colaboradores se sente realmente envolvido com a sua organização. Este baixo sentimento de engagement é um problema, segundo o estudo, porque os colaboradores mais envolvidos com as organizações trabalham com mais paixão e são mais motivados para atingir os objetivos.

Uma das melhores formas de melhorar o envolvimento das equipas com as organizações é perguntar-lhes o que sentem e o que os faria mais felizes. Oiça o feedback e crie um local de trabalho que encoraje o input de todos em todos os níveis hierárquicos. Este tipo de cultura faz com que todos se sintam valorizados o que, em última análise, os encoraja a ser mais produtivos.

Incentivar

Pode ainda haver quem pense que a melhor forma de motivar a equipa é oferecer um bónus ou um aumento. E sim, os colaboradores gostam de ter um bom salário, contudo, o salário já não é considerado o fator de motivação mais importante numa organização.

Já em 2012, a Deloitte revelava que o que os colaboradores mais valorizam é uma comunicação clara e regular (50%), o reconhecimento (49%) e o acesso às suas lideranças (47%). Apesar disso, 65% dos managers continuavam a acreditar que um salário competitivo (62%) era o maior fator de motivação.

Em 2019, entre os fatores que mais motivam os colaboradores estão questões com mais dias de férias, um horário de trabalho flexível, a possibilidade de trabalhar remotamente, programas de bem-estar, como inscrições no ginásio e aulas de yoga nas pausas do trabalho, e as celebrações das conquistas das equipas.

Medir e partilhar a produtividade dos colaboradores

Uma das maiores vantagens do desenvolvimento das tecnologias é a possibilidade de medir a produtividade de cada um dos colaboradores. Quando as empresas medem a produtividade, podem ajudar a gerir as equipas e os seus processos de forma mais eficaz. Além disso, podem seguir o progresso e partilhar dicas para melhorar a performance e dar feedback em tempo real. A melhor parte é que os colaboradores também querem feedback dos seus managers e perceber onde podem melhorar.